Pônei resgatado ganha novo destino

Pônei resgatado ganha novo destino

Um pônei resgatado pelo GOR – Grupo e Operações e Resgate, que atua em situação de maus tratos de animais em Porto Belo recebeu novo destino na última semana. O animal foi doado ao Hipica e Haras Beija Flor, de Camboriú, para auxiliar na equoterapia, tratamento de pessoas com deficiência. O animal antes abandonado, agora passará a viver em uma nova realidade.

A equoterapia é um complemento importante no tratamento de pessoas com deficiências ou necessidades especiais, como a síndrome de Down, paralisia cerebral, derrame, esclerose múltipla, hiperatividade, autismo e outros. O projeto busca trabalhar especialmente com crianças carentes.

Em contrapartida, a equipe do GOR receberá aulas de equitação, manuseio e aproximação de equinos para auxiliar nos resgates realizados. O presidente do GOR Pedro Henrique da Silva destaca a importância desta parceria, levando em consideração a utilização de um animal que estava abandonado ou sofrendo maus tratos, para um projeto tão importante. “Este animal que antes estava abandonado agora poderá mudar a realidade de muitas pessoas. É a valorização do animal da forma como deve ser” – diz. Na última semana, o GOR, que tem convênio com o Município de Porto Belo para resgates na cidade, realizou um mutirão para castração de cerca de dez animais (cachorros) de rua, buscando diminuir a população de animais nas ruas da cidade.

Topo