Vereadores de Tijucas querem entrar no partido do Bolsonaro

Vereadores de Tijucas querem entrar no partido do Bolsonaro

As movimentações ocultas continuam surpreendendo os observadores da árvore política municipal

Renato Sartori, presidente em Tijucas do PSL – partido do presidente Bolsonaro – foi informado que alguns vereadores tijucanos estão interessados em abandonar seus padrinhos políticos para ingressarem no partido do “Mito”. Por questões estratégicas, Renato não revela nomes, mas garante que são jovens na política. “Querem mudança de verdade e sabem que há muito trabalho pra ser feito em toda Tijucas“, e complementa: “precisamos montar uma equipe séria, coesa e eficiente, rápida!! O tempo passa e não pede licença, estamos articulando com várias pessoas interessadas em participar do trabalho público de forma carinhosa, respeitosa e com amor ao povo“.

De acordo com Gilmar Martins, vogal do PSL, o partido não definiu nenhum nome para uma possível candidatura a prefeito(a) de Tijucas nas Eleições Municipais de 2020, muito menos para vereadores(as). Questionado se Renato Sartori poderá ser um candidato político, Gilmar respondeu que o presidente do PSL de Tijucas “está em paz, pois ajuda muita gente”. Talvez por isso sua popularidade repentina nas mídias sociais. Atualmente, Sartori é reconhecido por muitos como um presidente natural do PSL. “Vou te falar a verdade, já pensei em vários nomes, muitos mesmo, mas de todos os filtros que usei e análises que fiz, apenas um nome identifiquei como possível candidato ao cargo de futuro prefeito de Tijucas“, argumenta Gilmar.

Neste final de semana, Sartori deve reunir familiares e amigos no Oliveira, interior de Tijucas, para conversar sobre os rumos políticos do PSL na região.

Topo