Moradores de São João Batista são contra mineradoras

Moradores de São João Batista são contra mineradoras

As consecutivas degradações ambientais efetuadas por empresas que praticam extração de material no Rio Tijucas está cada vez mais indignando moradores de São João Batista, em especial da comunidade da Colônia Nova Itália.

Segundo informações de batistenses, uma mineradora foi flagrada extraindo material das margens do Rio Tijucas, o que configura grave crime ambiental. O Departamento de Fiscalização da Prefeitura de São João Batista foi acionado e em conformidade com as denúncias gravadas através de celulares de moradores, cancelou o Alvará Municipal de funcionamento da empresa SX Extração. A medida foi contestada pela empresa, que afirma ter pago os valores impostos pelo setor jurídico e tributário da Prefeitura de São João Batista. O caso foi levado à Justiça e a juíza declarou que a prefeitura batistense procedeu com ato abusivo e ilegal, sem oferecer chance de defesa para a empresa explicar o que de fato aconteceu.

Enquanto isso, aumentam os rumores de que novas mineradoras foram autorizadas a extrair areia e cascalho do Rio Tijucas. Inconformados, os moradores da comunidade Colônia Nova Itália estão convocando moradores e interessados na causa ambiental para uma mobilização, que deve acontecer no dia 06 de Fevereiro, às 19h30, na Capela Santo Antônio, no bairro Fernandes.

“O Rio Tijucas não era assim. O que está acontecendo? Estão liberando mais mineradoras? De que forma? Estão investindo em monitoramento aéreo e no que mais?“, questiona um morador.

Empresa de São João Batista pede poder de Polícia e investe no monitoramento aéreo

Topo