Ilha de Porto Belo abre temporada de Verão com campanha contra copos descartáveis

Ilha de Porto Belo abre temporada de Verão com campanha contra copos descartáveis

Medida utilizará copos retornáveis e deve deixar de lado quase 100 mil copinhos plásticos

A estreia da temporada de Verão na Ilha de Porto Belo será antecipada e com novidades. A partir de 1º de novembro o local estará aberto para receber os visitantes com toda a sua estrutura de lazer e conscientização da natureza. A abertura marcará também o início de uma nova etapa nas ações de preservação do meio ambiente. A partir de agora, as bebidas serão servidas em copos retornáveis, com a logotipia do empreendimento e informações gerais sobre as ações ambientais desenvolvidas.

Serão feitos oito mil copos na primeira etapa. O sistema de utilização será com cobrança de R$ 5. O utensílio poderá ser devolvido, e assim a pessoa recebe o dinheiro de volta, ou poderá levado para casa como souvenir. O mesmo esquema já vem sendo aplicado em festas e eventos da região. “Drinks como caipirinhas ou sucos naturais serão servidos em copos de papel, matéria-prima mais biodegradável e que não compromete em nada o bem-estar da fauna marinha, nossa principal preocupação e atuação desde que existimos enquanto atrativo turístico”, ressalta o empresário Alexandre Stodieck.

Na segunda etapa, outros seis mil copos devem integrar o dia a dia do lugar. Caso o visitante não queira utilizar o copo, poderá consumir a bebida na própria lata, já que todas são higienizadas com álcool, outra norma interna da Ilha de Porto Belo.

O empreendedor destaca que na temporada passada foram utilizados 99,5 mil copos recicláveis feitos de plástico. A intenção do empreendimento é abolir de vez a utilização de itens plásticos, atuais principais inimigos dos oceanos. “Os copinhos usados para servir os molhos com os pratos do cardápio e até os saquinhos que enrolavam os talheres serão também trocados por artigos feitos de papel”, pondera Stodieck.

Praia terá lixeira para descarte de erva-mate

Para se atualizar para esta nova temporada, a equipe da Ilha de Porto Belo fez três importantes visitas técnicas durante o ano. O objetivo era deixar ainda mais claro aos colaboradores a importância da cultura do empreendimento em favor do meio ambiente e ajudar com informações que serão repassadas por eles aos visitantes. Além dos seminários da Volvo Ocean Race e outro realizado no Museu Oceanográfico da Univali, o grupo interno também visitou a empresa de reciclagem que atende ao município de Porto Belo.

De lá partiu outra ação que será colocada em prática este ano: uma terceira lixeira que acondicionará os resíduos de erva-mate, bebida comum tanto dos turistas gaúchos quanto dos visitantes estrangeiros da América do Sul. “Uma única porção pode colocar em risco todo um depósito de material que iria para a reciclagem, por isso é importante separar”, explica o gerente da Ilha de Porto Belo, Arão Mafra Filho.

Mais de 13,7 mil bitucas foram recolhidas na última temporada

Na temporada passada a novidade foi o dispenser para recolhimento de bitucas de cigarro. Mais de 20 foram espalhados pelas praias e trilhas da Ilha. E foram retirados da natureza mais de 13,7 mil resíduos. A ação será mantida, com a diferença de que as “bituqueiras” agora receberão nova identidade visual. Serão parecidas com grandes cigarros para justamente chamar a atenção do público para o descarte correto. Algumas delas também foram doadas à Fundação de Turismo para que o visitante se entrose com o tema e saiba onde dispensar o cigarro já no píer onde se pega a embarcação para atravessar para a Ilha.

Para a temporada 2018-2019 são esperadas 100 mil pessoas. O pico ocorre entre 20 de dezembro até o final do Carnaval. Os trabalhos, no entanto, funcionarão até o dia 31 de março. Durante o maior fluxo serão 135 colaboradores atuando diretamente no atendimento do público. Além do reconhecimento como um dos mais belos recantos turísticos de Santa Catarina, a Ilha de Porto Belo tem a seu favor a chegada de 11 navios durante a temporada de Verão.

Linha do tempo das ações em favor da preservação do Meio Ambiente

– 2018 – extinção do uso de copos recicláveis

– 2017 – programa de separação de bitucas de cigarro

– 2007 – fim da venda de cigarros

– 2016 – fim do uso de canudos

– 2002 – extinção do uso de garrafas de vidro

Topo